Governança de TI

Planejamento de Contratações de TI no Judiciário

Resolução 182/2013

Enquanto os gestores de TI das organizações públicas do Executivo devem realizar a contratação de serviços de TI segundo a Instrução Normativa no4 (IN04), o Judiciário deve seguir a Resolução 182 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Este cenário exige dos profissionais o conhecimento de modelos de referência e práticas adotadas com sucesso por organizações públicas dos dois poderes, além da legislação e jurisprudência específicas de cada área.

Seguindo as principais do orientações do CNJ, o curso Planejamento de Contratações de TI no Judiciário, permite aos gestores o amplo entendimento da Resolução 182, com o desenvolvimento de competências para a adequada condução do processo de contratação de serviços de TI nas organizações que respondem às regras do Judiciário.

Características do curso

  • O curso está dividido em dez sessões, totalizando 40 horas.
  • O curso é ministrado em laboratório, permitindo ao aluno a consulta à legislação e a exemplos práticos.
  • Cada aluno tem a sua própria estação de trabalho.
  • A Escola Superior de Redes oferece material didático.

Competências desenvolvidas

Ao final do curso, o aluno terá adquirido:

  • Competências para executar e gerenciar a aplicação de recursos públicos nos processos de compras e contratação de serviços de TI necessários aos objetivos dos projetos e atividades públicas, de acordo com os marcos legais e a jurisprudência do Tribunal de Contas da União.
  • Capacidade de entendimento dos aspectos e processos básicos para uma adequada contratação de serviços de TI para organizações públicas.
  • Embasamento teórico para a compreensão e aplicação da IN04 nas organizações públicas.

Conhecimentos prévios

Recomenda-se ao aluno ter feito o curso Fundamentos de Governança de TI, oferecido pela Escola Superior de Redes.

Investimento

R$ 2.560,00

Público Alvo

Interessados, gestores de TI, gestores de contratações e envolvidos na elaboração, análise ou outras responsabilidades pertinentes a contração de bens e serviços de TIC, com foco no poder judiciário. A ESR recomenda fortemente a participação de pelo menos um integrante da área administrativa do órgão, além do integrante da equipe de TIC responsável pelo planejamento ou elaboração dos artefatos para contratações.

Metodologia

Curso fortemente prático, utilizando case de órgão público do judiciário, com elaboração de artefatos em sala, com grupos de no máximo dois participantes. Os documentos são elaborados pelos alunos e validados em sala.

Salas de Aula

Os alunos participam do curso em instalações de laboratório, com microcomputadores individuais, com acesso internet para consultas e pesquisas de uso na capacitação.

Programa do curso

  1. Sistemas Orçamentários da União.
  2. Sistemas Orçamentários do Judiciário.
  3. Planejamento Estratégico do Judiciário.
  4. Planejamento Estratégico de TIC. - PETI
  5. Plano Diretor de Tecnologia da Informação - PDTI
  6. A Resoluções do CNJ.
  7. A Resolução 182/2013.
  8. Outros modelos de Contratação de TIC
    • Origem
    • Modelo MPOG
    • Modelo CFJ
    • Comparativo
  9. Compreensão da 182
    • Elaboração de Mapa Mental
    • Discussão da Resolução
  10. Resolução 182
    • Esquema de processo
    • Glossário
    • Impedimentos de contratações
    • Atribuições dos atores envolvidos
    • Plano de Contratações
      • Elaboração
    • Estudos Preliminares
      • Elaboração do DOD
    • Análise de Viabilidade da Contratação
      • Elaboração da ANAVIA
    • Sustentação do Contrato
      • Elaboração do PLANUS
    • Estratégia da Contratação
      • Elaboração do ESTCON
    • Análise de Riscos
      • Conceituação de Riscos
        • Riscos do Planejamento da Contratação
        • Riscos da Contratação
        • Riscos da Execução Contratual
    • Projeto Básico ou Termos de Referência
      • Checklist de TR
      • Auditoria
  11. Ordens de Serviços
    • Elaboração de OS
  12. Termos de Recebimento
    • Elaboração de TR provisório
    • Elaboração de TR definitivo
  13. Gestão da Execução do Contrato
    • Recomendações e formulários