Rede Universitária de Telemedicina e a Saúde Digital antes, durante e depois do COVID-19

09 Jun 10:00

O seminário apresentará a Rute e o papel da RNP no cenário da Saúde Digital.

Vinculada ao Programa Nacional Telessaúde Brasil Redes do Ministério da Saúde, a Rede Universitária de Telemedicina (Rute), coordenada pela RNP, provê a infraestrutura de serviços de comunicação, assim como parte dos equipamentos de informática e comunicação para os grupos de pesquisa, promovendo integração, conectividade e disseminando atividades de P&D das instituições participantes. A utilização de serviços avançados de rede promove o surgimento de novas aplicações e ferramentas que exploram mecanismos inovadores na educação em saúde, na colaboração a distância para assistência e pesquisa. São, atualmente, 139 unidades de telemedicina e telessaúde da Rute em plena operação, localizadas em todos os 27 estados do Brasil; e, em 2017, são mais de 50 SIGs, em várias especialidades e subespecialidades da saúde, com 582 sessões anuais, gravadas e disponibilizadas no portal. Isso representa uma média diária de duas a três sessões científicas com a participação de cerca de 300 instituições, inclusive da América Latina. Em 2017, foram 2724 participantes distintos registrados no sistema de presença, de um total de 9757 presenças registradas nas sessões colaborativas.

A partir desta experiência a RNP, como uma forma de orientar os Estabelecimentos de Saúde com Ensino que passam pelo processo de transformação digital, vem desenvolvimento de um processo de prospecção tecnológica, mantendo um canal de comunicação permanente com a comunidade de ensino e pesquisa e possíveis usuários, e criar uma visão de futuro de aplicações de saúde digital; o mapeamento sistemático do estado da arte das pesquisas em andamento no Brasil sobre os temas compreendidos na análise.

Ações da RNP durante a pandemia da COVID-19, e o cenário futuro.

PalestrantesLuiz Ary MessinaRNPPaulo Roberto de Lima LopesRNP

 Evento finalizado

Luiz Ary MessinaLuiz Ary MessinaRNP

Engenheiro Eletrônico, graduado pela Universidade de Brasília. Mestre em Banco de Dados pela Unicamp, Campinas. Doutor em Computação Gráfica pela Technische Universitaet Darmstadt, Alemanha. 45 anos de experiência em Computação. Atuação como Professor Assistente na Technische Universitaet Darmstadt, Alemanha, 1986 – 1989. Engenheiro da Siemens Alemanha, Gerente de Automação da Siemens Brasil, 1989 – 1993. Professor e Coordenador do Curso de Ciência da Computação e Engenharia de Produção da UVV, Vila Velha, ES, 1998 – 2002. Proprietário da Messina Informática Ltda., Vila Velha, ES, 1993-2016.

Coordenador do Projeto T@lemed Telediagnóstico por imagem do Programa @lis da União Européia, e de outros projetos internacionais da União Européia, Programa URBAL, 2003 – 2006. Gerente de TIC da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia do ES, 2004 – 2006. Coordenador Nacional da Rede Universitária de Telemedicina – RUTE, da RNP, Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, desde 2006. Membro do eTAG eHealth Technical Advisory, Grupo Rede e Capacitação, Organização Mundial da Saúde OMS, 2013-2019.Tem atuado em Saúde Digital, telemedicina, telessaúde, e-Saúde, desde 2003. Atual Presidente da Associação Brasileira de Telemedicina e Telessaúde - ABTms, no biênio 2020-2022.

Paulo Roberto de Lima LopesPaulo Roberto de Lima LopesRNP

Doutor em Ciências, pelo Programa de Pós-graduação em Gestão e Informática em Saúde da Universidade Federal de São Paulo - Unifesp (2013); Mestre em Ciências em Reatores Nucleares de Potência e Tecnologia do Combustível Nuclear (1995). Engenheiro Eletrônico formado pela Faculdade de Engenharia Industrial - FEI (1988). Experiência acadêmica e profissional, de mais de 20 anos, em Tecnologia da Informação e Comunicação em Saúde. Atualmente, está como Especialista da Diretoria de Relacionamento Institucional, com foco em Saúde da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa - RNP. E atua na coordenação e inovação de Redes de Colaboração de Comunidades em Saúde: Rede Universitária de Telemedicina - RUTE e Plataforma Ensino, Pesquisa e Extensão em Nutrição, Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional - NUTRISSAN, Teleciência - Rede Vírus, etc. Lidera a iniciativa da RNP do Comitê Técnico de “Prospecção” Tecnológica-Científica em Saúde Digital. Participa também em diversos comitês e grupos de trabalho em TIC em Saúde e é especialista do GT2 - Interoperabilidade de Sistemas e Dispositivos da Comissão Especial de Estudos em Informática em Saúde da Associação Brasileira de Normas Técnica - CEE-78/ABNT (atual vice-relator e líder da Força Tarefa nacional da norma ISO13131 sobre Qualidade de Serviços de Telessaúde).

Também tem atuado como especialista da Pesquisa TIC Saúde no CETIC.br/CGI.br. É professor de disciplinas e orientador de TCC no Curso de Especialização em Informática em Saúde da Unifesp e Universidade Aberta do Brasil - UAB, e membro do Grupo de Pesquisa Saúde 360, na Unifesp. Membro da Lista de Peritos em Saúde Digital, capaz de contribuir para as estratégias e ações da Organização Mundial da Saúde - OMS, conforme estabelecido no Programa Geral de Trabalho (GPW13) e Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 3: garantir uma vida saudável e promover o bem-estar para todas as idades. Atualmente, está como Secretário Geral da Associação Brasileira de Telemedicina e Telessaúde - ABTms, no biênio 2020-2022, e é membro Titular da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde - SBIS.

  • 09/06/2020 às 10h
  • Participação gratuita!